E é pela primeira vez, que um rim de porco é transplantado para um ser humano com sucesso

Primeiramente este experimento, rim de porco é transplantado para um ser humano foi realizado em uma pessoa com morte cerebral e o animal foi modificado geneticamente, e com essa descoberta incrível pode-se até ter uma redução na fila de órgãos para transplante!

Tempo para essa leitura: 2 minutos

E é sim pela primeira vez que se conseguiram implantar um rim de porco em um ser humano. E isso sem que aconteça nenhum tipo de rejeição do corpo, foi de uma forma perfeita! Sendo assim essa descoberta pode dar um grande alívio a escassez de órgãos para transplante.

Bom o mundo se segue mudando. Venha seguir a evolução com a Exame Academy

E esses procedimentos, foram feitos lá no Langone Helth de uma universidade  em (NYU), eles envolveram o uso de porco, e seus genes foram alterados para se realizar esses procedimentos. E assim não tendo riscos de ocorrer rejeições, assim anulando a molécula que é conhecida em provocar rejeições quase que imediata.

Antes de mais nada o paciente que foi usado a esse transplante que teve morte cerebral e teve uma disfunção renal, e a sua família permitiu, esse experimento, antes mesmo dela ser retirada dos equipamentos em que estavam lhe dando suporte à vida, assim afirmaram os pesquisadores à Reuters.

Durante 3 dias esse novo rim, foi ligados as artérias sanguíneas, e lá se foi mantido ao lado de fora do corpo, e assim garantindo esse acesso para os pesquisadores.

Agora esses resultados de rim transplantado até (pareciam normais) isso quem disse foi o cirurgião do transplante Robert Montgomery.

Enfim o bom de tudo é que o rim, teve uma produção de urina esperada, bom a partir de um rim transplantado, foi um sucesso!

 E acabou não havendo nenhuma evidência de ocorrer rejeição vigorosa. Pois já se foi vista em suínos que não foram modificados, e que foram transplantados para os primatas que não são seres humanos.

Curtiu? Compartilhem!

Rim de porco é transplantado para um ser humano

Compartilhe este post:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Este blog utiliza cookies para garantir uma melhor experiência. Se você continuar assumiremos que você está satisfeito com ele.