E um filhote de leão que é encontrado congelado lá na Sibéria, e que tem mais de 28 mil anos

Filhote de leão congelado com mais de 28 mil anos. A princípio os cientistas Rússia assim acreditam, que esse animal até pode ter em si vestígios de leite materno!

Tempo de leitura: 1 minuto

Primeiramente esse filhote de leão das cavernas, que é batizada de Sparta, ela foi encontrada de uma forma (incrível e bem conservada), bem próximo de um rio, lá em uma região da Rússia em Yakutia.

E bom os cientistas assim acreditam que esse animal, que se foi encontrado lá no subsolo e congelado, acabou que vivendo por lá a 28 mil anos atrás.

Pode até ter vestígios de leite materno, isso é segundo uns estudos que se foram publicados lá na revista científica Quaternary.

E também tem um segundo filhote.

Que foi batizado como Boris que também tinha sido encontrado a um ano antes nessa mesma localidade aí

Mas por cerca de 15 m de distância da Sparta.

Cientistas

Agora os cientistas assim acreditam que esses animais não faziam parte da mesma ninha, por conta da diferença de idade de muitos anos.

Já que o Boris assim teria vivido a 43 mil anos atrás.

Antes de mais nada, saiba que esses 2 filhotes eles tinham de 1 a 2 meses de vida, e eles foram descobertos por uns colecionadores de presas de mamute.

E um dos autores do estudo Valery Plotnikov, ele disse que essa Sparta, que ela está bastante preservada, e que até tem pelos ainda, o seu esqueleto e os órgãos internos.

E essa descoberta é totalmente única, nunca tinha tido uma descoberta desse nível lá nessa região.

Enfim talvez esperamos, algumas partes tenham sido desintegradas do leite materno. Mas elas continuam intactas, porque se nós tivermos isso, irá dar até para se entender como era a alimentação da sua mãe.

Compartilhe este post:

Este blog utiliza cookies para garantir uma melhor experiência. Se você continuar assumiremos que você está satisfeito com ele.